O que é o Estado Social?

Bordoadas

Kant escreveu o seguinte no seu ensaio “Teoria e Prática” (1793):

“Um governo que fosse fundado sobre o princípio da benevolência para com o povo – tal o do pai para com os seus filhos, quer dizer, um governo paternal -, onde, por consequência, os sujeitos, tais filhos menores, incapazes de decidir acerca do que lhes é verdadeiramente útil ou nocivo, são obrigados a comportar-se de um modo unicamente passivo, a fim de esperar, apenas do juízo do chefe do Estado, a maneira como devem ser felizes, e unicamente da sua bondade que ele o queira igualmente – um tal governo, digo, é o maior despotismo que se pode conceber.”

Kant definiu – e muito bem – o Estado Social.

Será que o acesso à educação para todos é uma característica do Estado Social? G. K. Chesterton dá-nos a resposta:

“Sem a educação, encontramo-nos no horrível e mortal perigo de…

Ver o post original 233 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s